segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Elfos Escuros - Jet Mykles

01- Tomada





Diana estava furiosa, humilhada... Loucamente excitada. Quem fez estes absolutamente 

sexys demônios de pele escura e cabelos brancos pensarem que ela se transformaria em uma égua de cria e uma escrava sexual? Ela não o fará. Quem se importa se os malditos elfos eram criados como brinquedos sexuais para uma deusa? Ou se todos os elfos sombrios que a visitavam estavam bem treinados, e eram ótimos amantes. Ou se o comandante Salin fazia que sua mente e seu corpo zumbissem com um desejo e prazer que nunca antes experimentou? Não se submeteria. Não o faria. Ou faria? Os homens de Salin tiveram sua vez tentando domar a espadachim Hellcat . Para os homens, levaram-na às cúpulas do êxtase, mas todos eles tiveram que recorrer a artimanhas ou à atração mística para discipliná-la. Inclusive agora, negava-se a submeter-se e aceitar sua nova vida. Nunca uma mulher lhe deu tantos problemas. Nunca uma mulher acendeu tanto seu sangue. Tinha que tê-la. Devia tê-la. Alguma vez você já se 

perguntou como seria ser usada, agradada... Tomada? 










02- Domada









Suzana perdeu tudo o que lhe era querido, sua família morta no mar, ela, uma maga musical de nobre berço, foi capturada por escravistas. Sozinha, desamparada, não pode fazer nada mais que chorar. Mas a seguir, a caravana dos negociantes é levada a escuro bosque pelos misteriosos Raedjour que estão decididos a tomar algo que ela ainda chama dela: seu corpo. 


A captura de Suzana é motivo de celebração entre os raedjour, as virgens são muito apreciadas, e um torneio começa pela honra de tomar sua virgindade. E uma vez que seja tomada, ela passará a um guerreiro diferente cada nove dias, até que encontre seu Verdadeiro Companheiro. 

Do momento em que a viu, Krael sabia que Suzana seria sua conquista. Seu corpo se incha de luxúria afinada ao longo de muitos ciclos de prazer e de treinamento de mulheres. Terá seu corpo, sim, mas ele não tem interesse em ser seu Verdadeiro Companheiro. Até que, o rei de Krael, está decidido a tomá-la, então a determinação de Krael cresce decidido a ser seu amo ele sozinho. Perguntou-se alguma vez como seria ser usada, agradada... Dominada?






03 - Salvação


Irin foi criada entre os raedjour - elfos escuros criados por sua deusa para o prazer sexual.
Quando Irin era uma menina, os feiticeiros lançaram um feitiço de proteção para acabar com os luxuriosos impulsos dos que a rodeavam. Sob o feitiço e o olhar vigilante de seus protetores, Irin foi feliz, como a única menina humana entre todos os meninos varões raedjour.
Mas é agora uma mulher e é hora de que o feitiço seja suspenso para que ela descubra o que significa ser tomada e domada pelos raedjour, e para encontrar seu verdadeiro companheiro entre eles. Savous e Radin. Aprendiz e mestre. Foram uma dupla por séculos e ajudaram a vigiar Irin toda sua vida. Não havia duvida em suas mentes que um deles seria o primeiro a introduzir Irin no mundo dos prazeres sexuais. Mas havia mais em Irin do que alguém conhecia. Será a paixão dela a destruição da união de toda uma vida entre estes dois homens? Ou a salvação de toda a raça? Perguntou-se como seria ser utilizada, agradada...




04 - Dissidência


Seu irmão Geriman matou seu marido, assim agora os dois estão fugindo. Sem opções, arriscam-se a viajar ao Bosque Escuro, mas são capturados pelos “Habitantes Escuros” dos que lhes tinham advertido. Estes formosos cruéis elfos os levam a escuridão e os usam para seu próprio prazer sexual. Nenhum humano pode suportar toda a força dos prazeres sexuais dos raedjour por muito tempo. Jarak e seus homens são enviados a resgatar Marisol e a seu irmão, mas chegam muito tarde. Salvam-nos da morte, mas agora há um dilema. O que fazer com os traumatizados humanos? A vida entre os raedjour está abalada e as tradições dos últimos quatro mil ciclos das estações não se podem aplicar. E a atração entre o Jarak e Marisol só complica as coisas. Já se perguntou alguma vez como seria ser agradada quase até a morte?




05 - Descobrimento


Para Kinig, os Elfos Escuros representavam todo o maravilhoso e misterioso do mundo. Se pudesse transformar-se em perito sobre os elfos, sua carreira de bardo se estabeleceria. Seria perigoso. Os Elfos eram conhecidos por sua aversão aos varões humanos. Mas os tempos tinham mudado e seu pedido para viver entre eles por um tempo foi concedido, e Kinig foi entregue aos cuidados de Fallil, um bardo entre os elfos. Fallil não esperava apaixonar-se, mas o fez. O que começou como uma amizade se transformou em amor e paixão permanentes. Mas Fallil sabia que tinha que deixar Kinig ir para que cumprisse seus sonhos se os dois queriam alguma vez ser verdadeiramente felizes.

Nove ciclos das estações mais tarde, Kinig viu realizados seus sonhos de fama e era conhecido em mais de dois continentes como Kinig dos Elfos Escuros, o único humano que sabe tanto como os próprios raedjour. Agora, seus pensamentos voltam para o homem que amou e que está na hora de voltar para o Bosque Escuro. É o conhecimento de que Kinig chama a atenção de um mago solitário que retém à última elfa vermelha como escrava. A elfa vermelha, Nialdlye tenta cuidar de Kinig e vê em suas histórias uma possível solução para seus próprios problemas. Podem os dois juntos libertar-se do poder do mago e fazer seu caminho de volta a Fallil?




06 - Despertar


Desde que a primeira menina dos Elfos Escuros nasceu, Eryhaen é uma rhaejena, uma princesa, e desejada por todos os homens ao seu redor.
Nasce com dons mágicos que desafiam inclusive aos feiticeiros mais experientes de seu povo, tem a admiração de seu povo e a devoção de seus três melhores amigos e amantes.
Brevin, Lanthan e Tykir estiveram ao seu lado durante toda sua vida, e cada um dos três jovens faria tudo por ela e entre si. Mas Eryhaen necessita mais que inexperientes e ansiosos amantes. Está fora de controle, e sabe. Sua magia é crua e selvagem, e não é a única que começa a vê-la como um perigo. Ela necessita ajuda. A única possibilidade é Radin, um legendário feiticeiro, que retornou da morte, mas permanece magicamente inconsciente durante um quarto de século. Os sonhos e inegáveis instintos dizem a Eryhaen que é a solução para seus problemas, só se puder despertá-lo. Uma vez que o faça, então o que? Ele pode ser a resposta a seus problemas, mas, o legendário amante é o homem para ela?
Ou ele esta destinado para alguém mais?



2 comentários:

  1. Olá!
    Alguém tem alguma tradução dessa série? gostaria de ler. meu e-mail é roslaneotero@gmail.com

    ResponderExcluir