Agradecimento

Agradeço a todas que contribuíram e as que pensam em contribuir no futuro. Muito obrigada.
"Se Deus encheu tua vida de obstáculos, é pq Ele acredita na tua capacidade de passar por cada um!"

OBS: Quem desejar participar do portal zap, é só enviar uma mensagem como o nome "portal" para o número 84-98631-3882.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Série Lord de Lyonsbridge - Ana Seymour

01- Um Lorde Irresistvel




Ele era irresistível... Ela era tentadora!
Incumbida de organizar a parte social do castelo, Ellen Wakelin levou a sério seu trabalho. Mas não pôde evitar a companhia de Connor Brand, pois era somente com o misterioso chefe dos cavalariços que conseguia ser ela mesma.
No instante em que descobriu que Ellen estava em seu quarto, Connor percebeu que a nova senhora de Lyonsbridge iria lhe causar problemas. E como antigo governador daquele condado, o senhor de Lyonsbridge, o atual chefe dos cavalariços tinha agora um problema a mais par recuperar sua herança... porque a beldade de cabelos castanhos o distraía de seu objetivo.





02- O Amor Não Se Compra



O Lorde de Lyonsbridge estava aprendendo que as mulheres podiam ser perigosas...
Nem o contrato de casamento forçado convenceu lady Alyce de Sherborne a ser subserviente. Ela queria conduzir sua própria vida e somente se entregar ao homem a quem amasse de verdade. Mas, se lhe fosse dada liberdade de escolha, ela aceitaria o sedutor sir Thomas Brand? O galante cavaleiro que havia garantido o resgate do rei levaria também o seu coração?
Ninguém melhor do que Lady Alyce, com sua docura enganosa e beleza pertubadora, para ensinar a sir Thomas uma lição sobre as mulheres. Na verdade, era impossível deixar de render-se aos encantos da linda donzela... e para Thomas Brand não era sacrifício algum tomar conta dela... para sempre!


03- A Dama da Meia-Noite


Castelo de Coverly, Inglaterra, janeiro de 1135.
—Vamos lá, diga-me! Como é seu noivo? Acaso é bonito? - Claire perguntou a Júlia, sua melhor amiga e também prima distante. Sua voz estava impregnada com aquele tipo de curiosidade, bem própria da adolescência.
—Acho que sim... - Júlia respondeu, sacudindo os ombros sem demonstrar muito interesse pelo assunto. Aliás, parecia mais preocupada em pentear seu cabelo dourado. - Para quem prefere os morenos, não deve haver homem mais bonito - completou com uma ponta de ironia, mostrando que não estava nem um pouco im­pressionada com o futuro marido...







Nenhum comentário:

Postar um comentário